2º Encontro com os Stakeholders do projeto

Monday, 30 March 2015 Posted in Alentejo Region

Portuguese RSG 2015 300

Read this article in English

No passado dia 11 de Fevereiro de 2015 realizou-se a segunda reunião com as partes interessadas envolvidas no projeto StarTree, no Instituto Superior de Agronomia (ISA), em Lisboa. No início do encontro foi realizada uma breve apresentação do projeto, para o enquadramento dos STH que não estiveram presentes aquando do 1.º Encontro de STH do StarTree.

Neste segundo encontro, aconteceu uma troca de ideias e sugestões entre as Partes Interessadas e a equipa do projeto tendo por base o documento State of the Sector Report* (SOSR).

O principal objetivo deste encontro foi reunir e debater o SOSR e, principalmente, acrescentar, retirar e/ou corrigir informação ao corpo de texto para a área de estudo - Alentejo. Assim, contámos com a participação ativa de todos os participantes, designadamente através da leitura do documento e apresentação de algumas proposta que passaremos a enunciar.

O feedback recebido sobre a SOSR foi baseado no conhecimento obtido através da leitura do documento, previamente à reunião, e através da apresentação do SOSR feita na 2ª Alentejo RCSG Meeting.

Salientamos os tópicos abordados e debatidos:

- No SOSR não constam taxa de lower plants para o Alentejo.

- O número de produtos para o Alentejo era muito inferior ao apresentado em outros países.

- Foi unânime que, para além da cortiça, os pinhões também devem ser incluídos no item mass market products, bem como a resina. E o mel deve ser incluído no item mass market products e no products of niche markets.

- Surgiram novas propostas para se introduzir a área de estudo do Alentejo na classe dos embedded products, designadamente a caça, os passeios botânicos, os micológicos, entre outros.

- Em Portugal, há dois grandes desafios ter uma ideia melhor das quantidades de cogumelos colhidos e a composição de espécies coletadas, a cada ano, a partir de florestas. Um dos desafios é a inexistência de controlo sobre as atividades de colheita e do comércio pertencer quase que exclusivamente para a uma economia "informal". Um segundo desafio refere-se a espécies de cogumelos que são cultivados e colhidos de florestas, em tais casos, não é possível diferenciar nas estatísticas existentes a origem deles. Foi unânime de que a propriedade cercada atua como um impedimento, mas não inibe completamente as práticas ilegais de cobrança dessas taxas.

- As tabelas resumo da legislação florestal, da política florestal nacional / estratégia e programas florestais nacionais e referências a NWFP do SOSR terão de ser alteradas, uma vez que, indicam que Portugal não tem estratégia florestal ou legislação condicionadora de NWFP.

- Quanto à Conservação seria interessante completar esta análise com as espécies associadas ao Montado, que não são necessariamente NWFP, e a região do Alentejo não fica completamente caracterizada se não for abordada outra das suas espécies dominantes – a Azinheira.

eu-55
This project has received funding from the European Union’s Seventh Programme for research, technological development and demonst ration under grant agreement No. 311919

  • Last Modified: Tuesday 31 January 2017, 07:20.

Built with HTML5 and CSS3
Website created by H&R Design Studio